5 dicas para organizar sua casa usando o método KonMari

Após lançar o livro A mágica da arrumação, best-seller que se tornou um fenômeno mundial por apresentar uma abordagem inovadora que promete acabar de vez com a bagunça em casa, a japonesa Marie Kondo virou celebridade internacional e uma espécie de guru quando o assunto é organização.

Se você não ama, não guarde! Esta é uma maneira muito simples (embora nem tão fácil) de chegar à raiz do seu problema de desordem e ajudar a resolvê-lo de uma vez por todas.

Se você já leu o livro deve ter ficado tentado a aplicar o método KonMari e arrumar seu próprio espaço, mas se ainda não leu destacamos 5 dicas incríveis baseadas no best-seller e que podem trazer muito mais organização para sua casa. Confira:

  1. Fique só com o que lhe traz alegria

A ideia aqui não é concentrar-se em jogar coisas fora, pois essa atitude, segundo Kondo, poderá apenas trazer infelicidade. Comece certificando-se de amar o que você tem. Faça isso pegando cada item na mão e perguntando a si mesmo se aquilo lhe traz alegria. Se a resposta for sim, então fica. Se não, descarte. Nota: você deve tocar em cada item para que seu corpo possa reagir. Este não é um processo intelectual. É uma sensação física, um sentido que você pode desenvolver com o tempo. Você deixa seu corpo e suas emoções falarem por você.

  1. Crie um planejamento e arrume tudo de uma vez

Começar uma arrumação sem planejamento raramente funciona. Para a maioria de nós, a desordem se acumula com o tempo. Não notamos quantas coisas estamos acumulando até chegarmos a um ponto de ruptura. Às vezes é um grande evento da vida – como um movimento, morte, casamento ou divórcio, ou até mesmo mudar de emprego.

A dica é criar um planejamento de organização e definir prazos para cumprir cada etapa. Este prazo vai depender da quantidade de coisas que você possui, mas é importante que ele seja possível de ser cumprido.

  1. Arrume por categoria, não localização

Na maioria das casas os itens que se enquadram na mesma categoria são armazenados em vários lugares. Se você está organizando suas roupas, então você deve tirar todas as roupas de todos os armários e gavetas em todos os cômodos. Comece com as peças menores, como roupas íntimas, meias e vá evoluindo para roupas maiores. Kondo também instrui você na arte de dobrar, o que libera uma enorme quantidade de espaço no armário.

Segundo a autora a ordem correta de arrumar é: roupas, livros, papéis e depois diversos.

 

  1. Adapte o método às suas necessidades

A melhor coisa sobre o Método KonMari é que você não precisa seguir regras que não combinem com você, como “se você não tiver usado em um ano, jogue fora” ou “sete jaquetas e dez blusas são o número perfeito”. A melhor notícia é que ao final do processo você fica apenas com as coisas que ama,  o que lhe permite cultivar um novo relacionamento com seus pertences.

  1. Mantenha o silêncio durante a arrumação

O silêncio ajuda na hora de se concentrar e criar uma conexão consigo mesmo e com o lugar em que vive. Se você não gosta da ideia, escolha músicas mais tranquilas para ouvir durante a prática.

E lembre-se: livrar-se das coisas através de brechós, instituições de caridade ou reciclagem não significa que você esteja jogando fora as boas lembranças ou desistindo de sua identidade. Permitir que os bens não utilizados deixem sua casa libera sua energia fazendo com que  você se sinta mais saudável e feliz.

 

E então?  Pronto para colocar o método KonMari em prática e organizar sua casa? Os móveis planejados podem ser grandes aliados nessa hora, afinal oferecem a funcionalidade que te ajuda a manter a casa em ordem com mais facilidade.

Gostou? Compartilhe!