Ergonomia nos armários de cozinha é sinônimo de mais qualidade de vida

Você já parou para pensar o quanto uma cozinha planejada pode representar menos tempo para executar tarefas diárias e mais disposição após a conclusão das mesmas? Se você precisa se deslocar, fazer constantes exercícios de alongamento e agachamento ou quase entra dentro de um armário para acessar o que precisa, algo está errado. Confira a seguir como o uso de móveis planejados nesse espaço pode garantir mais saúde e bem-estar para você e sua família.

Divisão em Setores

Há 5 setores numa cozinha que não mudam, independente de seu formato e tamanho: despensa, armazenagem, área da pia, de preparo e de cocção.
Como os alimentos que não precisam de refrigeração são guardados na despensa e o motivo de uma cozinha é a alimentação, esses itens devem estar confortavelmente acessíveis.
No setor armazenagem são guardados utensílios como panelas, louças, talheres e o ideal é que esse espaço esteja próximo ao setor da pia.
Como a área da pia é o local para a disposição dos utensílios que vão ser lavados, é nela que será instalada a lava-louças, se houver.
Para o setor de preparo dos alimentos os utensílios necessários devem estar acessíveis na bancada de trabalho. O ideal é que esse setor fique entre as áreas da pia e de cozinhar.
E quando chega a hora de cozinhar, temperos, panelas e talheres também devem ter um espaço especial bem junto do fogão e forno.

Escolhas que dependem do estilo de vida

Agora que já enumeramos os setores que toda cozinha possui, o próximo passo é saber a importância e o espaço que cada um deles deve ter. Isso vai variar conforme algumas características: tamanho da família, frequência de visitas, hábitos de compra e de cozinhar.
O tamanho da família significa mais ou menos espaço para armazenar louças e alimentos nos setores de armazenagem e despensa, respectivamente. Se a família for numerosa, mais espaço dedicado a essas áreas da cozinha. E mesmo se a família for pequena, a regra também é válida se houver o hábito frequente de cozinhar para visitas.
As famílias que fazem compras semanalmente geram uma demanda diferente no espaço da despensa, que pode ser mais enxuta. O contrário acontece quando o costume é fazer compras mensais.
E para aqueles que gostam de cozinhar com sofisticação, os setores de armazenagem e do fogão devem conter espaços especiais para utensílios gourmets.

Tecnologias para otimizar espaços e suavizar esforços

Em primeiro lugar é preciso priorizar o que se usa mais e colocar nos locais acessíveis dos 5 setores da sua cozinha planejada. A partir disso, com cada coisa em seu devido lugar, é importante ter ciência do que pode melhorar ainda mais sua experiência. É aí que entram os móveis planejados.

Extensões

Em espaços com muita ou pouca profundidade, gavetas ou gavetões que abrem até o final reduzem o desconforto para acessar o fundo do armário. Essas gavetas podem ter divisórias inteligentes para talheres, utensílios diversos e até panelas. Outra característica desejável é que elas tenham tecnologias de amortecimento e corrediças que as tornem leves e silenciosas no movimento de abrir e fechar.

Sistemas em Portas Basculantes

Essa é uma tecnologia utilizada para quem deseja ficar com as duas mãos livres após abrir o armário. Da mesma forma que as gavetas, as portas basculantes devem abrir e fechar suavemente, sem muito esforço e com um sistema de amortecimento silencioso.

Armários de canto e embaixo da pia

Esses problemas não são mais um desafio. Para os cantos as tecnologias mais avançadas de móveis planejados sob medida já trazem diversas soluções. Uma delas são as gavetas que projetam para fora o espaço interno do armário e eliminam os esforços contorcionistas para acessar os cantos.
Com relação aos móveis modulados embaixo das pias, são possíveis gavetas falsas com compartimentos apenas nas bordas, para que o fato de existir um bojo embaixo não inviabilize o espaço em volta dele.

Gostou das dicas? Como seria a cozinha ideal para você? Conte pra gente pelos comentários.

Virmond – Móveis planejados sob medida em Curitiba

Gostou? Compartilhe!